circulo de fogo

Não é nada raro para um crítico falar mal de um filme como Transformers e receber comentários do tipo: “Este é um filme de robôs alienígenas gigantes. Não dá pra ser muito exigente.” Pois bem, Círculo de Fogo prova o contrário. Ainda que esteja longe de ser uma obra prima, o longa é muito bem conduzido e pensado de forma inteligente. Conta com sequências de ação empolgantes, em que você percebe a motivação dos seres gigantes e não apenas assiste à uma sucessão de porradarias. Aqui, tudo é menos confuso e, por isso, mais interessante. Você se interessa pelos robôs, pelos aliens e mesmo pelos personagens secundários, o que não acontece nos filmes de Michael Bay, por exemplo, onde nem o diretor se interessa pelas histórias dos personagens, como ficou claro na troca de Megan Fox por Rosie Huntington-Whiteley.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s