bling ring

Obcecado por celebridades, um grupo de adolescentes nascidos em um endinheirado subúrbio de Los Angeles seguia seus ídolos bem de perto: arrombava suas casas e roubava objetos íntimos, preferencialmente aqueles que ostentavam marcas como Chanel, Gucci, Tiffany, Cartier e Marc Jacobs. Entre 2008 e 2009, a gangue furtou o equivalente a 3 milhões de dólares em roupas, joias e peças de arte de jovens ícones pop como Paris Hilton, Lindsay Lohan e Audrina Patridge.

A história real da audaciosa gangue de Hollywood foi retratada por Nancy Jo Sales, premiada jornalista norte-americana que se especializou em perfis de celebridades. Seu artigo publicado na revista Vanity Fair,“The Suspects Wore Louboutins“, inspirou o novo filme de Sofia Coppola, Bling Ring — a gangue de Hollywood, e originou o livro homônimo que será publicado no Brasil, em julho, pela Intrínseca.
Com direção e roteiro de Coppola — vencedora do Oscar de melhor roteiro original por Encontros e desencontros (2004) —, Bling Ring foi selecionado para abrir Um certo olhar (Un Certain Regard), principal mostra paralela à competição oficial da 66ª edição do Festival de Cannes. O Festival, que acontece entre os dias 15 e 26 de maio, já revelou outras duas produções da diretora, As virgens suicidas (1999), seu filme de estreia baseado no romance homônimo de Jeffrey Eugenides, e o polêmico Maria Antonieta (2006).

Estrelado por Emma Watson, Katie Chang, Israel Broussard e Leslie Mann, Bling Ring tem estreia prevista para 12 de julho no Brasil e participações especiais de Gavin Rossdale, Paris Hilton e Kirsten Dunst (a protagonista de As virgens suicidas e Maria Antonieta). O primeiro clipe do filme divulgado causou furor ao mostrar a queridinha teen Emma Watson fazendo pole dance:
Get More:
Movie Trailers, Movies Blog

Para Nancy Jo Sales a história verídica dos garotos de Los Angeles contém temas recorrentes na obra de Coppola: narcisismo, a obsessão com celebridades e o vazio da fama. Em seu artigo publicado na Vanity Fair, Sales reproduz o curioso depoimento prestado por Alexis Neiers, 18 anos, à justiça. Enquanto negava seu envolvimento com a série de roubos, Neiers explicou: “Eu realmente acredito em carma. E acho que essa situação entrou em minha vida para que eu pudesse aprender uma importante lição para crescer e me desenvolver espiritualmente. Posso me ver me transformando em alguém como a Angelina Jolie.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s