The Killers

Ano de formação:

1º formação em 2001 com Brandon Flowers no vocal e teclado, Tavian Alvarez na guitarra,Dell Stir no baixo, e Matt Noezoss na bateria.
A 2º formação é de 2002, com Brandon Flowers, Dave Keuning, Ronnie Vannucci e Mark Stoermer.

Origem:
Las Vegas, Nevada – EUA

1ª gravadora
Lizard King Records, uma gravadora independente do Reino Unido

Gravadora atual:
Universal / Island Records
– Brandon conheceu Dave através de um anúncio nos classificados dos jornais Las Vegas CityLife e Las Vegas Weekly.
”Ele foi o único a responder o meu anúncio que não era um completo maluco”,lembra-se Dave, sobre seu primeiro encontro com Brandon.”Ele apareceu com seu teclado e logo começamos a vasculhar algumas idéias. Eu tinha o verso de “Mr Brightside” e ele veio e escreveu o refrão. Essa foi a primeira música que escrevemos juntos e a única que tocamos em todos os shows desde o primeiro”. Dave sobre quando conheceu Brandon.
– O primeiro cd demo da banda tinha 3 músicas, entre elas seu maior sucesso, Mr. Brightside.
– O nome da banda foi tirado do clipe “Crystal”, do New Order. The Killers era o nome da banda fictícia do clipe.
“Isso me deu a ambição de que nós seríamos tão perfeitos quanto a banda fictícia do clipe” Brandon falando sobre a banda do clipe do New Order
– O cd demo foi o primeiro demo a receber uma crítica no CityLife, feita pelo jornalista Mike Prevatt.
– Já na segunda formação, a banda ensaiava na casa de Ronnie. Quando os ensaios não podiam ser lá, eles utilizavam o estúdio de aula da UNLV, onde Ronnie ensinava bateria às vezes, entrando escondido no meio da noite.
– A primeira apresentação deles foi no clube Tremorz,que ficava numa rua perto na Universidade de Las Vegas.
– O show foi horrível desde o início. O clube não tinha nenhum sistema de som, Brandon usava um efeito em sua voz na intenção de ficar parecendo com Julian Casablancas, mas isso deixou sua voz horrível. Ele desafinou muitas vezes e não tinha nenhum jeito no palco. Apesar de tudo, o som do The Killers chamou a atenção de quem estava no bar aquela noite.
– O Cafe Roma, em Las Vegas, se tornou um ponto importante para a banda. Lá eles tocavam e ganhavam sanduíches e café de graça. O café citado em “Indie Rock and Roll” definitivamente é o Roma.
– O sucesso estrondoso da banda na Inglaterra pode ser creditado a revista NME. Eles foram citados várias vezes, sem contar as inúmeras vezes que estamparam a capa da revista semanal britânica.
– A banda foi “apadrinhada” por Bono Vox, do U2 e Elton John.
– O The Killers apareceu de vez para o mundo com sua participação no seriado americano “The OC”. Apesar de Ronnie não ter sido a favor no início, eles se apresentaram no The Bait Shop no episódio 2.04, e também tiveram “Smile like you mean it” na trilha sonora Mix 2 da série. A mesma música entrou no The OC mix 6, que é um cd especial só de covers, cantada pelo Tally Hall.
– Eles são conhecidos como os favoritos dos festivais, e foram atração principal de vários, como o Glastonbury, V Festival, Reading and Leeds Festival, Coachella, Lollapalooza, entre outros.
– A apresentação deles no mega evento Live 8 foi pequena, porém crucial. Tocaram apenas 1 música, “All these things that I´ve Done”, em Londres, e marcaram presença. O mega star britânico Robbie Williams, que tocou mais tarde em Londres, incluiu o coro “I got soul but I’m not a soldier” em uma de suas músicas, surpreendendo a banda e marcando ainda mais a presença deles entre os britânicos.
– Em dezembro de 2004 eles foram indicados a 3 grammys.Melhor música de rock, Melhor performance de rock e Melhor álbum de rock.
– Em 2007 foram indicados para Melhor Videoclipe e Melhor música de rock.
– Varios artistas e bandas já fizeram covers do The Killers, como Coldplay, McFly, Seal, Fran Healy.
– Já participaram do sucesso da tv americana Saturday Night Live 3 vezes.
– Se apresentaram ao vivo no VMA’s em 2005 e 2006, e no EMA em 2006 e 2008.
– O segundo cd, Sam’s Town, teve seu nome inspirado em um cassino antigo de Las Vegas, fundado por Sam Boyd em 1975. mais sobre o cassino http://www.samstown.com
– Bones é a música mais “antiga” do Sam´s Town. Ela foi escrita na época do Hot Fuss, com o nome de “It’s only natural”.
– O nome original de “Read my mind” era “Little Angela” e de “Bling (confessions of a king)” era “Higher and higher”.
– Muitas das músicas da banda contam histórias reais da vida e da família dos membros.
“Uncle Johnny” é realmente sobre um tio de Brandon, “Bling (Confessions of a King)” é uma homenagem a seu pai, “A Dustland Fairytale” é uma homenagem ao casamento de seus pais, e “My List” foi escrita para sua esposa, Tana.
“I can’t stay” fala da saudade de casa, e dizem que “There is a majesty at my doorstep/There is a little boy in her arms” seriam Tana e Ammon.
Um dos irmãos de Brandon nasceu no dia da Independência Americano, 4 de julho, como citado em “Sam’s Town”, e “Goodnight, Travel Well” discute questões da morte, e seria uma homenagem à mãe de Dave, já falecida.
– O Hot Fuss tem 4 edições especiais.
– O ex-baterista da banda, Matt Noezoss, processou Dave e Brandon, dizendo que Mr. Brightside teria sido composição dele também. O cara perdeu o processo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s