Christina Aguileira

Cantora, compositora, dançarina, produtora, diretora – existe algo que Christina Aguilera ainda não tenha feito? Uma das mais talentosas artistas de performance da atualidade, vendeu mais de 30 milhões de álbuns pelo mundo, conseguiu quatro singles #1 nas paradas da Billboard Hot 100, e ganhou cinco Grammy Awards, assim como três álbuns no top cinco de vendas nos Estados Unidos. Ela colaborou com outros artistas legendários, incluindo Herbie Hancock, Andrea Bocelli, Tony Bennett, Sir Elton John e The Rolling Stones. Aguilera também foi a única artista com menos de 30 anos à fazer parte da lista de 100 melhores cantoras de todos os tempos da revista Rolling Stone.
Nascida em 18 de dezembro de 1980 em Staten Island, Nova York, Christina Aguilera é uma estrela pop americana e atriz que iniciou sua carreira no Disney Channel, no programa ‘Clube do Micky Mouse’ (Mickey Mouse Club), ao lado de Britney Spears, Justin Timberlake e Ryan Gosling. A estrela revelou sua grande e marcante voz muito cedo. Logo após o trabalho no Disney Channel, Aguilera entrou na indústria fonográfica com o hit ‘Reflection’, música tema do filme Mulan, de 1998 (Disney).

A trajetória da nativa de New York começou com apresentações em shows de talentos locais na Pensilvânia, onde ela cresceu, para conseguir sua grande chance em “Star Search” no ano de 1992, ganhando um papel no Disney Channel ”The Mickey Mouse Club”. Foi sua música, “Reflection,” para o filme da Disney “Mulan,” que levou a um contrato com a gravadora RCA e o lançamento de seu álbum de estreia auto-intitulado no verão de 1999. O álbum rapidamente atingiu o número 1 com a força do seu primeiro single, “Genie in a Bottle” (que dominou as paradas por cinco semanas e quebrou recordes em todo o mundo) e outros sucessos, incluindo “What a Girl Wants” e “Come on Over “. Segundo a associação de vendas de discos da América do Norte, o álbum vendeu mais de 17 milhões de cópias em todo o mundo e é um dos 100 melhores álbuns de todos os tempos, rendendo a Aguilera o Grammy de Artista Revelação e a nomeação na categoria de Melhor Vocal Pop, feito que acabou por se repetir no ano seguinte com seu álbum em espanhol ‘Mi Reflejo’, seguido de perto por ‘My Kind of Christmas’, seu hit natalino.
Em 2001, Aguilera juntou forças com Pink, Mya e Lil ‘Kim no esmagador hit “Lady Marmalade”, mantendo-a no centro dos holofotes internacionais mesmo quando ela começou a preparar o terreno para seu segundo álbum, Stripped, que foi lançado em outubro de 2002 e trouxe consigo o status de superstar internacional de Aguilera ao transformar sua imagem de princesa-pop-chiclete para uma mulher sexy e poderosa. Junto com o single provocativo “Dirrty”, vieram faixas de destaque, tais como “Beautiful”, “Can’t Hold Us Down” e “The Voice Within”. No mesmo ano, ela conheceu Jordan Bratman, que veio a ser seu marido em 2005.

Após varrer o topo das paradas com seu terceiro álbum “Back to Basics”, que estreou como número #1 em agosto de 2006 e vendeu mais de 3,7 milhões em todo o mundo, a incontrolável Aguilera anunciou uma turnê mundial. Com a lenda da moda Roberto Cavalli como designer de seus figurinos e o coreógrafo e diretor Jamie King a bordo; assim como uma cenografia única que permitiu que os fãs tivessem um contato inédito com à estrela pop e lhe rendeu muitos elogios.
Ganhando o primeiro de quatro Grammys em 2000 para Melhor Artista Revelação, seus troféus subsequentes vieram em 2001 para “Lady Marmalade” (Melhor Colaboração Pop com Vocais), em 2003 por “Beautiful” (Melhor Performance Vocal Pop Feminina) e em 2007 para “Ain’t No Other Man” (Melhor performance Vocal Pop Feminina), ganhando um Grammy para cada um de seus álbuns. Entre outros prêmios, ela é também ganhou um Grammy Latino em 2001 com o ábum “Mi Reflejo” (Melhor Álbum Pop Vocal Feminino), um Billboard Music Award em 2000 na categoria ‘Artista Feminina do Ano’ e dois prêmios da Rolling Stone em 2004 (melhor performer feminina, por escolha dos leitores e melhor turnê para “Justified e Stripped”, também por escolha dos leitores).

Escolhida como a ‘Ídolo Adolescente Mais Sexy’ numa enquete da VH1, a beleza e o carisma de Aguilera também a colocaram entre as “25 Estrelas mais sexy com menos de 25” da Teen People e levaram a revista Maxim a coroá-la como Melhor Cantora Internacional Feminino (2000), uma das Mulheres Mais Sexy Do Ano (2003) e n º 1 na parada da “Hot 100″ (2003).
Aguilera também foi homenageada com dois prêmios NRJ (Melhor Artista Feminina Internacional e Melhor Álbum Internacional), bem como um MTV Europe Award em 2007 (Melhor Artista Feminina).

Depois do casamento e do lançamento de seu quarto álbum de estúdio ‘Back To Basics’, em 2006, Aguilera deu uma pausa na carreira para cuidar de sua recente família e de seu casamento.

Em 2007, Aguilera apresentou uma produção inteiramente nova: um perfume homônimo chamado Christina Aguilera, que ela lançou pela P&G Prestige. A fragrância continua a ser um best-seller internacional e abriu o caminho para dois aromas adicionais -”Inspire” e “By Night.” Em outubro de 2010, Aguilera acrescentou uma quarta fragrância para sua linha, “Royal Desire”.
m janeiro de 2008, Aguilera deu à luz a seu primeiro filho, Max Liron Bratman. Sem desacelerar após o nascimento, em fevereiro a nova mamãe serviu como musa por trás da nova coleção de prata esterlina do joalheiro de Londres Stephen Webster. Aguilera inspirou e foi o rosto da coleção não convencional posando como uma heroína de Hitchcock na campanha publicitária. A nova campanha, filmada pelo renomado fotógrafo Carig McDean da W Magazine e inspirada no estilo ‘Webster’s Glam Rock’ e no novo visual sexy e contemporâneo de Aguilera foi divulgada na primavera de 2009

Ainda em 2008, para comemorar seus 10 anos de carreira, Aguilera lançou em 11 de novembro sua primeira coletânea: “Keeps Gettin’ Better – A Decade of Hits”. Contendo regravações de seus grandes sucessos como Genie in a Bottle e Beautiful e duas faixas inédias, a coletânea foi divulgada com a ajuda do single que dá nome ao álbum: Keeps Getting Better, que foi divulgado primeiramente no MTV Video Music Awards 2008 e estreou na sétima posição do Hot 100 da Billboard.
Em 2009, Aguilera juntou forças com a Yum! Brands, em seu esforço na World Hunger Relief, com intuito de acabar com a fome no mundo, atuando como porta-voz mundial. Em menos de um ano, ela criou uma maior consciência e participação para beneficiar o United Nations World Food Programme (WFP) e outras agências humanitárias contra a fome, levantando um recorde de 22,5 milhões em doações. Em 2010, foi nomeada embaixadora das Nações Unidas por seu trabalho duro. É uma honra dada apenas a um grupo seleto.

Além disso, Aguilera e seu filho, Max, apareceram em um PSA para “Rock the Vote”, incentivando os jovens a tomar uma posição e votar naquilo em que acreditam. O anúncio, que contou com Aguilera cantando “America the Beautiful” para Max (que está envolto em uma bandeira americana), foi destaque em revistas locais, televisão e outdoors na Times Square. Sendo uma das principais contribuintes na luta contra a AIDS, Aguilera participou do projeto “What’s Going On?” dos Arstistas de Lon Angeles contra a AIDS. Em 2004, ela tornou-se o novo rosto para a empresa de cosméticos MAC e porta-voz do Fundo de AIDS da empresa. Aguilera também se envolveu em campanhas de sensibilização como Youth AIDS e ALDO. Ela também patrocina e participa ativamente no Centro das Mulheres e Abrigo da Grande Pittsburgh para mulheres agredidas e crianças.
Em 2010, Christina lançou seu sexto álbum de estúdio com uma nova sonoridade que mescla R&B, electropop, e synthpop. O disco foi recebido com críticas e vendas mistas. Aguilera disse que este seria um álbum virado para o futuro, com inspirações em sons e tipos de música alternativos e futuristas como, por exemplo, o Electro. Aguilera sempre disse que queria inovar ao fazer música, com Back to Basics ela levou-nos ao passado, e com “Bionic” quer fazer exatamente o contrário. No dia 23 de março do mesmo ano, “Not Myself Tonight” foi anunciado como primeiro single do álbum, a música teve um sucesso moderado, alcançando #23 nos EUA, #22 na Austrália, #3 no Japão, #12 no Reino Unido, #11 no Canadá, #9 na Bélgica e #23 no Brasil, além de #1 na Parada Club Play dos EUA.

Apesar do álbum ser considerado um fracasso, com baixas vendas e opiniões mistas, ele apareceu entre os 200 CD’s mais vendidos da Billboard e em 2º dos álbuns mais baixados ilegalmente. Bionic vendeu um milhão de cópias em todo mundo.

Ainda em 2010, Christina confirmou que seu casamento de 5 anos tinha chegado ao fim, dizendo em um comunicado: “Apesar de Jordan e eu estarmos divorciados, o nosso compromisso com o nosso filho Max continua tão forte como nunca.”. Em 15 de novembro de 2010, Aguilera foi agraciada com uma estrela na Calçada da Fama.
Christina Aguilera também fez pequenas participações especiais em vários filmes, mas sua estreia como estrela de cinema aconteceu ao lado da cantora Cher em Burlesque.

Em 2011, Christina foi convidada para bancada do júri do reality show “The Voice” do canal NBC, tendo Cee Lo Green, Adam Levine e Blake Shelton como colegas. O programa estreou nos Estados Unidos no dia 26 de abril, e aumentou a audiência do canal, sendo líder de audiência da TV americana por quase toda a temporada.

A proximidade com Adam Levine na bancada do The Voice rendeu a Christina um novo hit, com a banda Maroon 5 gravou a canção ‘Moves Like Jagger’, fazendo com que ela entrasse num seleto grupo de 8 artistas a ter um número #1 na Hot 100 em três décadas diferentes.

Ainda no mesmo ano, participou do tributo ao cantor Michael Jackson, falecido em 2009. Christina cantou duas de suas canções ‘Smile’ e ‘Dirty Diana’.

Em 2012, Christina voltou a mídia graças a homenagem prestada no funeral de sua maior influencia, a lendária Etta James. Cantando At Last da própria Etta em uma emocionante e simples performance, Christina foi aplaudidada de pé e aclamada pelos críticos mundo a fora.

Em fevereiro, pouco mais de 8 meses depois da bem-sucedida primeira temporada, Aguilera voltou para bancada do The Voice, para a segunda temporada do reality show.

Anúncios

Lana del Rey

Ir para: navegação, pesquisa
Lana Del Rey
Lana Del Ray at the Echo music award 2013.jpg
Lana Del Rey no Echo Music Award 2013
Informação geral
Nome completo Elizabeth Woolridge Grant
Também conhecido(a) como Del Rey
Nascimento 21 de Junho de 1986 (26 anos)
Origem Lake Placid, Nova Iorque
País Estados Unidos
Género(s) Indie pop, Chamber pop, Dream pop, Adulto contemporâneo, Slowcore, Hip hop alternativo
Ocupação(ões) Modelo, cantora, escritora
Instrumento(s) Voz, piano, viola
Extensão vocal Contralto1
Período em atividade 2005 – presente
Gravadora(s) Interscope Records
Página oficial lanadelrey.com

Elizabeth Woolridge Grant (Nova Iorque, 21 de junho de 1986), mais conhecida pelo nome artístico Lana Del Rey, é uma cantora, compositora e modelo norte-americana. O seu nome artístico foi inspirado na combinação dos nomes da atriz Lana Turner e o carro Ford Del Rey. Ficou conhecida após postar o vídeo da canção “Video Games” em seu canal através do serviço VEVO e ,com o lançamento “Born to Die”, as canções logo conseguiram se destacar em vários países do mundo no iTunes Store.

Lana Del Rey já havia lançado uma EP chamado Kill Kill em 2008 sob o nome Lizzy Grant. Lançou seu primeiro álbum de estúdio em janeiro de 2010, intitulado Lana Del Ray A.K.A. Lizzy Grant que foi vendido por um breve período antes de ser removido após a editora não poder mais promover o álbum.

Em 30 de janeiro de 2012, através das gravadoras Interscope Records e Stranger Records lançou seu primeiro álbum de estúdio sob o nome artístico Lana Del Rey, intitulado Born to Die. O álbum gerou sete singles, sendo dois promocionais. No último bimestre de 2012 aconteceu o relançamento do álbum, que foi intitulado Born to Die – The Paradise Edition. Em 2012 o álbum original e seu relançamento totalizaram vendas de mais de 2,9 milhões de cópias, sendo o quarto mais vendido do ano.2

Lana Del Rey também tem sido comparada a Nancy Sinatra (filha do Frank Sinatra) pelos críticos de música, embora ela cita outros cantores como sua influência musical.3 A cantora co-escreveu todas canções presentes no álbum. Após ficar conhecida no mundo inteiro, a interprete foi contratada pela empresa de moda “Next Model Management”, pela empresa multinacional sueca H&M e pela marca de automóveis Jaguar.

A cantora recebeu diversas nomeações a prêmios musicais, o álbum Born to Die foi bem recebido pela crítica especializada, fazendo com que ele ficasse entre os 50 melhores álbuns de 2012 por muitas revistas e jornais.4 5 Lana Del Rey fechou o ano sendo a personalidade mais procurada da internet de acordo com o Google. Foram 722.000.000 buscas que a deixaram na frente de cantoras como Rihanna, Adele, Cher e Lady Gaga.
Início de carreira

Elizabeth Grant, filha do empresrio Rob Grant,7 8 nasceu em Nova Iorque em 1986, tendo crescido na cidade Lake Placid.9 Del Rey, em seguida, participou da Fordham University, em Nova Iorque, estudando um ramo da filosofia conhecido como metafísica.10 11 12 Após seu tio ter ensinado-lhe a tocar guitarra, ela percebeu que provavelmente poderia escrever um milhão de canções com essas seis cordas, e começou a se apresentar em clubes ao redor da cidade sob vários nomes, como Sparkle Jump Rope Queen e Lizzy Grant and the Phenomena.13 Para dar início à sua transformação de Lizzy Grant para Del Rey, muda-se para Londres, passando 2010 em reuniões com gravadoras, que recusaram o seu trabalho.14 No início da sua carreira o seu representante escolheu o nome artístico “Lana Del Rey”, tendo a cantora comentado este fato dizendo que queria fazer parte de uma banda, mas que a editora e equipe queriam que fosse uma artista solo.15 16 17 A própria artista descreve a sua personagem como uma “Nancy Sinatra gangster”, ideia corroborada pelo que Lana transmite com a sua imagem, que apresenta cabelos compridos, lábios muito demarcados, lembrando o estilo da década de 60 e o glamour decadente do hollywood de antigamente.18 Em 25 de abril de 2005, um Compact Disc com sete faixas foi registradas no United States Copyright Office sob o nome Elizabeth Woolridge Grant. Os títulos das faixas são presentemente desconhecidos.19 Entre 2005 e 2006, o álbum Sirens foi gravado sob o nome de “May Jailer” e vazou em maio de 2012.20 21 22 23 24

David Kahne, produtor de Del Rey e também produtor de álbuns de Paul McCartney, Regina Spektor e Kelly Clarkson, elogiou as suas habilidades de voz e composição, dizendo que Lana é uma compositora inteligente, mas definitivamente com um ângulo muito poderoso sobre a imagem.14 Del Rey foi aconselhada por um grupo de representantes e advogados durante cinco anos que buscavam o nome que melhor se adaptava a seu estilo musical. Lançou o EP chamado Kill Kill em 2009 sob o nome Lizzy Grant.25 Gravou também um álbum intitulado Lana Del Ray A.K.A. Lizzy Grant, numa pequena editora com o produtor David Kahne, que foi vendido por um breve período antes de ser removido após a editora não poder mais promover o álbum.26 A 2 de setembro de 2010, juntamente com Ray Davies, Juliette Lewis e Klaus Voormann grava, em Berlim, uma sessão MTV Unplugged com os Mando Diao. O concerto foi transmitido na televisão e lançado em CD/DVD, no final de 2010. Lana é conhecida por adornar as suas músicas e vídeos com um ato incrivelmente nostálgico pesado em temas americanos, incluindo imagens antigas de várias pessoas e lugares, como a ilha Coney
Born to Die foi lançado em 30 de janeiro de 2012 pelas gravadoras Interscope Records e Stranger Records. Del Rey participa como co-compositora em todas as faixas. Uma semana antes do lançamento, o disco vazou na internet.28 Born to Die chegou ao topo das paradas do iTunes em 18 países e se tornou, na França, o disco que vendeu mais rápido na história em formato digital.29 O single “Video Games”, é lançado em outubro de 2011,30 precedendo o lançamento do seu álbum de estreia Born to Die, que é lançado em 30 de janeiro de 2012, no Reino Unido, e a 31 de janeiro no resto do mundo.31 A canção foi nomeada “Best New Track” pela Pitchfork Media e foi incluída na série de televisão Ringer.32 O EP para os singles “Video Games”/”Blue Jeans” chegou à posição nº 5 no iTunes Albums Chart, apenas algumas horas após seu lançamento. A 11 de outubro de 2011, apresentou “Video Games” ao vivo no Later with Jools Holland, sendo a sua estreia na televisão britânica, depois de ter feito alguns concertos ao vivo, em que os bilhetes esgotaram em meia hora.26 No dia 24 de outubro, foi anunciada como “The Next Big Thing”, ou, “O Próximo Grande Sucesso”, nos prémios Q.33 A banda Bombay Bicycle Club fez uma versão de “Video Games” no programa da BBC Radio 1 Live Lounge, 34 a banda britânica Kasabian, fez também uma versão da canção no mesmo programa, durante a digressão Student Tour.35

O primeiro compacto obteve um bom desempenho comercial, atingindo a primeira posição na Alemanha, e ficando entre as dez mais tocadas na Áustria, Bélgica, Holanda, França, Irlanda, Suíça e no Reino Unido.36 A canção foi divulgada com um videoclipe realizado e editado pela própria cantora. Lana utilizou fragmentos de vídeo com skates, desenhos animados, cenas da atriz Paz de la Huerta bêbada, e ainda, a própria em frente a uma câmara, tendo para essas cenas, usado uma webcam.37 O segundo single, “Born to Die”, lançado em dezembro de 2011, recebeu uma recepção positiva da crítica, sendo no Reino Unido número 9, o que fez com que tivesse dois singles entre as dez primeiras posições num único ano.38 A próxima faixa lançada, “Blue Jeans”, teve um desempenho considerável nas paradas, alcançando boas posições nos gráficos da Austrália,39 da França e de Portugal.40 39 O compacto “Summertime Sadness” conseguiu estar entre as dez primeiras posições da Áustria,41 Alemanha,42 Israel e Suíça.43 44 Em junho de 2012, a canção foi certificada de disco de ouro pela Bundesverband Musikindustrie (BVMI), por mais de 150 mil cópias vendidas na Alemanha.45 Também foi autenticada de disco de ouro na Suíça, de acordo com a IFPI Schweiz,46 e na Áustria de acordo com a IFPI Austria, por mais de 15 mil exemplares.47 O último single do álbum foi a faixa “National Anthem”.

A 15 de junho de 2012, a canção “Baby Ghetto” escrita por Lana Del Rey esteve inclusa no álbum da cantora Cheryl Cole, intitulado A Million Lights.48 49 50 Em julho de 2012, Lana anunciou que haveria um relançamento do álbum, sob o nome Born To Die – Paradise Edition, e contaria com sete faixas inéditas.51 52 A reedição foi lançado mundialmente em 09 de novembro de 2012.53 Lana Del Rey também lançou um EP intitulado Paradise que estrou em novembro vendendo mais de 151 mil cópias na primeira semana.54 55 Quase uma semana após o vídeo ter estreado, o single da canção foi lançado nas rádio tornou-se disponível para compra.56 Após o lançamento, “Ride” ficou entre as dez primeiras posições das paradas musicais da Russia e da Bélgica.57 58 “Cola” serviu como a segunda faixa lançada.

Lana del Rey faz parte dos artistas convidados a integrarem a banda sonora do filme The Great Gatsby, dirigido por Baz Luhrmann, juntamente com outros artistas como Beyoncé, Fergie e Gotye. Lana contribuiu com a sua canção Young & Beautiful, inicialmente destinada a integrar Paradise Edition. A canção foi lançada oficialmente a 22 de abril, sendo expectado um vídeo de promoção da canção brevemente. O lançamento do álbum está previsto para o dia 7 de maio de 2013, três dias antes do lançamento do filme.
Noah Levy, editor sênior da revista In Touch Weekly, notou que sua dedicação e talento são inegáveis, citado como dizendo: “Eu acho que ela se preocupa com a arte que ela está criando. Eu não acho que é falso em tudo.”59 O estilo musical de Lana del Rey tem-se demarcado pelo seu som cinemático e nostálgico, com referências a diversos aspectos da cultura pop, com grande incidência na música americana dos anos 1950 e 1960.60 A própria artista, descreve a sua personagem como uma “Nancy Sinatra gangster” e a “Lolita perdida na floresta”.61 60 Lana Del Rey tem vindo a enumerar diversos artistas como suas influências, entre eles, Allen Ginsberg, Elvis Presley, Britney Spears, Nina Simone, Nirvana, Leonard Cohen, Bob Dylan, The Beach Boys, Antony and the Johnsons e Kurt Cobain.62 27

Seus filmes favoritos, The Godfather, The Godfather II e Beleza Americana também inspiraram o seu estilo musical.63 Inspirada pela poesia, Del Rey cita Walt Whitman e Ginsberg Alan como instrumentos para suas composições. Antes de se tornar cantora, Del Rey queria ser uma poeta.64 65 66 Lana inspira-se, também, nos livros de Vladimir Nabokov, nomeadamente a sua obra prima Lolita, tendo inclusive uma canção com o mesmo nome que a obra e outras canções como Off to the Races, em que canta a frase icónica com que o livro abre, “Light of my life, fire of my loins”. A paixão por Nabokov e Whitman é tão grande que a cantora tem uma tatuagem que diz “Nabokov Whitman”.
m 2011, foi contratada pela empresa de moda “Next Model Management”, estando ao lado de Ali Lohan (irmã de Lindsay Lohan), Alexa Chung e Solange Knowles.67 68 Em 2011, Lana Del Rey se destacou como capa da revista Q Magazine,69 e em 2012 na Billboard.70 A cantora também posou para capa da revista Vogue italiana, em qual se inspirou nos filmes do espião 007 dos anos 60. Del Rey usou vestidos vintage e penteados retrô.71

Em 2012 a empresa multinacional sueca H&M confirmou que Del Rey seria modelo da campanha de outono e que gravaria uma versão da música “Blue Velvet”, um clássico dos anos 50, que foi interpretada pela cantora para promover a marca em um comercial televisivo. As primeiras fotos da cantora com roupas da marca foram divulgadas no final de agosto do mesmo ano.72 Em 22 de agosto de 2012, os executivos anunciaram que Del Rey endossaria seu novo Jaguar F-Type, que foi revelado por Del Rey no Paris Motor Show, em setembro de 2012. Adrian Hallmark, diretor da Jaguar, marca global, explicou sua escolha, dizendo Del Rey teve “uma mistura única de autenticidade e modernidade.”73 74 75 76

Em abril de 2013, Lana Del Rey foi capa da revista francesa L’Officiel. As fotos foram da fotografa Nicole Nodland e a direção de estilo de Vanessa Bellugeon.77 A cantora pousou para as fotos em um estilo diferente, sendo romântica e sugerindo relação entre sexo e religião, ela segura rosas vermelhas, ajoelha na cama, parece levitar do chão enquanto se assemelha a um anjo negro.78 Robbie Daw do portal Idolator comentou que as fotos são como “um paraíso visual para os olhos”.
Ao longo de sua carreira Lana Del Rey lançou dois álbuns de estúdio, três extended play e nove singles (incluindo dois promocionais).

O primeiro álbum de estúdio da cantora, Lana Del Ray A.K.A. Lizzy Grant, consistente em treze faixas, não alcançou um bom desempenho comercial. Foi produzido pelo conceituado produtor musical David Kahne, que gravou o álbum com Del Rey durante um período de três meses em 2010.79 Lançou, em 2008, o seu EP de estréia, Kill Kill, sob o nome de Lizzy Grant. Em 2012, Del Rey anunciou que o seu primeiro álbum de estúdio poderia ser relançado ainda nesse ano.80 Lançou nos Estados Unidos, em 2012, o seu segundo EP auto-intitulado.81 82

O seu segundo álbum de estúdio, Born to Die, foi lançado no início de 2012, e gerou três singles, que elevaram a popularidade da cantora em todo o mundo após alcançar excelentes posições nas paradas musicais. O álbum teve um bom desempenho comercial, estreando com 327 mil cópias no mundo. Em menos de dois meses, atingiu a marca de um milhão de cópias.83 84 No Reino Unido, o lançamento vendeu 116,745 cópias durante a primeira semana, tornando-se o álbum com a vendagem mais rápida de 2012. Acumulando com as vendas digitais de 50,007, Born to Die tornou-se no quinto álbum em toda história a vender mais de 50 mil downloads em uma única semana. Nos EUA, estreou na segunda posição, com vendas superiores a 80 mil cópias. O álbum atingiu o topo das paradas do iTunes em dezoito países, e se tornou, na França, o disco com as vendas mais rápidas na história em formato digital.29 O álbum foi certificado como disco de platina pela ARIA e ZPAV, na Austrália e na Polônia respectivamente,85 86 e como ouro pela IFPI Schweiz e IFPI Áustria.
Lana Del Rey afirmou que ela sofreu de dependência de álcool. Aos 14, ela foi enviada para a Kent School, um internato em Connecticut, de modo a ficar sóbria. Em setembro de 2012, ela disse a GQ Magazine:

“Eu era uma grande bebedora na época. Gostava de beber todos os dias. Eu bebia sozinha. Eu pensei que todo o conceito fosse assim muito legal. Uma grande parte do que eu escrevi sobre Born To Die é sobre esses anos de deserto. Quando escrevo sobre a coisa que tinha perdido eu sinto que estou escrevendo sobre o álcool porque esse foi o primeiro amor da minha vida. Os meus pais estavam preocupados, eu estava preocupada. Eu sabia que era um problema quando eu comecei a gostar dele mais do que eu gostava de fazer qualquer outra coisa. Eu era como, ‘eu
estou fodida. Estou totalmente fodida’. Como, num primeiro momento, é bom e você acha que tem um lado escuro – é interessante – e então você percebe que o lado negro ganha cada vez mais se você se decidir a entrar nele. Foi a pior coisa que já me aconteceu.88 89 90 91

A mão esquerda de Del Rey é tatuada com a letra “M”, em referência a sua avó, Madeleine e a palavra “paradise”.92 Sua mão direita é tatuado com a frase “trust no one”.93 Ela também tem a frase “Die Young” tatuada em seu dedo anelar direito.94 Em numerosas ocasiões, Del Rey foi acusado de ter tido rinoplastia e aumento dos lábios, o que ela nega.95 96 97 Ela esteve em um relacionamento com Barrie-James O’Neill, vocalista do Kassidy desde agosto de 2011.98 99 Del Rey é uma mulher católica
Em 14 de setembro 2011, Del Rey realizou um “show secreto” em Brooklyn, Nova Iorque na Galeria Glasslands. A cantora também apresentou-se na Holanda através do programa televisivo De Wereld Draait Door e no programa britânico Later… with Jools Holland.101 102 Em 2012 Del Rey faz uma série de espectáculos pela Europa, sendo atração em diversos festivais de verão, como o Festival da Ilha de Wight,103 o Sónar, em Barcelona, e o Hove Festival, na Noruega.104 Del Rey se apesentou no Super Bock Super Rock, em Portugal.105 A cantora abriu o show com a canção “Blue Jeans”, onde surgiu mais comparações a cantora britânica Amy Winehouse.106

Uma nova performance foi realizada no Le Grand Journal, na França, no dia 30 de janeiro de 2012.107 Em 28 de abril, ela executou a faixa na primeira temporada do The Voice UK — a gravação foi ao ar no dia seguinte, na BBC One.108 Del Rey também apresentou a obra no festival londrino Lovebox em 16 de junho.109 No Reino Unido, em 13 de julho a interprete se apresentou no Latitude festival.110 Em 15 de julho de 2012, Del Rey mais uma vez demonstrou que não está de brincadeiras como muitos falavam, ela se apresentou no Melt! Music Festival na Alemanha, onde mais uma vez fumou e bebeu no palco

34 datas foram anunciadas para turnê européia de Lana Del Rey, que está prevista para ser realizada em 2013, de abril a junho. Os países são a Alemanha, Suécia, Noruega, Dinamarca, Áustria, França, Luxemburgo, Suíça, Itália, Espanha, Inglaterra, Escócia, Irlanda, Holanda, Bélgica, Lituânia, Rússia e Ucrânia.
Em 14 de janeiro de 2012, Del Rey cantou as canções “Video Games” e “Blue Jeans” no programa de televisão Saturday Night Live, do canal estado-unidense NBC.113 114 Sua apresentação, recebeu muitas críticas negativas, por ela estar nervosa e por sua desafinação.115 116 A atriz Juliette Lewis postou em seu twitter: “Uau, ver essa “cantora” no Saturday Night Live é como assistir uma criança de doze anos fingindo cantar e dançar no quarto”,117 ao passo que no dia seguinte, Lewis escreveu novamente na rede social: “Acordei cantando a música da Lana Del Rey! Que melodia incrível e assombrosa! Apesar do meu gosto sobre ela ao vivo, ela é uma ótima nova compositora. Fim.”118 O redator da NBC, Brian Williams, afirmou que a apresentação de Del Rey foi a pior performance de toda a história do Saturday Night Live.119 O ator Daniel Radcliffe, que estava apresentando o programa no dia da apresentação de Del Rey, saiu em defesa da cantora afirmando que as críticas eram menos sobre sua apresentação no programa, e mais sobre o seu passado e sua família.”120 Matthew Perpetua, da revista Rolling Stone, comentou em defesa da cantora dizendo que: “Apesar de Del Rey estar nervosa e ansiosa ao mesmo tempo, quando tocava a música ao vivo, a cantora cantava com uma confiança considerável.”121 Após as críticas negativas, foi anunciado que a sua turnê seria adiada. Foi publicado no jornal O Globo que “Lana Del Rey ficou muito triste”. Eles perceberam que ela precisa de tempo para esfriar a cabeça e depois disso voltar a vender ingressos para shows.”115 122 Os vídeos da apresentação no programa foram mais tardes enviados para a conta da cantora no Vevo.
Em 2011, Lana Del Rey lançou seu primeiro single, “Video Games”. No mesmo ano a interprete foi premiada no Q Awards na categoria Q’s Next Big Thing, e foi nomeada ao Virgin Media Music Awards na categoria Best New Artist.123 Em 2012 lançou o segundo álbum de estúdio de sua carreira, Born to Die. A cantora foi nomeada ao BRIT Awards na categoria International Breakthrough Act, vencendo-a. Lana Del Rey recebeu duas indicações no ECHO Awards nas categorias International Newcomer e Hit of The Year, porém não ganhou em nenhuma.

A canção “Video Games” venceu algumas categorias em diversos prêmios, se destacando no Ivor Novello Awards que venceu na categoria Best Contemporary Song. A cantora recebeu três nomeações no MTV Europe Music Awards, tendo vencido apenas na categoria Best Alternative. No UK Music Video Awards a interprete recebeu três indicações, sendo que as canções “Blue Jeans”, “National Anthem” e “Born to Die” foram nomeadas na mesma categoria, tendo sido “Born to Die” a vencedora.124 Lana Del Rey também foi indicada no World Music Awards em quatro categorias

Homem de Ferro 3

Mais Tony Stark e menos Homem de Ferro. Essa é a principal aposta do terceiro filme da franquia estrelada por Robert Downey Jr., que estreia nesta sexta-feira (26) com a missão de igualar o sucesso dos longas anteriores. Juntos, eles faturaram mais de US$ 1,2 bilhão (R$ 2,4 bilhões) pelo mundo, impulsionando e revigorando a carreira do ator.

Na prática, é como se “Homem de Ferro 3” fosse a quarta parte da história de Stark, já que o filme também é uma continuação de “Os Vingadores” , reunião de heróis da Marvel que se transformou na maior bilheteria de 2012 , com US$ 623,4 milhões (R$ 1,2 bilhão) arrecadados só nos Estados Unidos.
Cena de ‘Homem de Ferro 3’. Foto: Divulgação
1/12

É a batalha para salvar Nova York de uma ameaça alienígena contada em “Os Vingadores” que perturba Stark em “Homem de Ferro 3”. Apesar da vitória, o bilionário se sente cada vez mais dependente de sua armadura, sofre ataques de ansiedade e não consegue dormir, numa crise de identidade que o transforma em um personagem mais maduro e simpático – ainda que irônico e arrogante como sempre.

Um dos sinais de que o herói cresceu é o relacionamento com Virginia “Pepper” Pots (Gwyneth Paltrow), a fiel assistente que virou chefe das Indústrias Stark. Após as sugestões de romance nos dois primeiros filmes, desta vez o relacionamento é sério: o casal vive junto em Malibu e Tony encara a segurança de Pepper como uma prioridade tão grande quanto salvar o mundo.
Divulgação
Cena de ‘Homem de Ferro 3’

As ameaças são duas e combinam diferentes histórias dos quadrinhos, dando continuidade à liberdade que marca a adaptação de “Homem de Ferro” para o cinema.

De um lado está o maior inimigo do herói, Mandarin (o ótimo Ben Kingsley), líder de uma organização terrorista que realiza uma série de ataques brutais; e de outro está Aldrich Killian (Guy Pearce), cientista e fundador de uma organização privada que desenvolve o vírus Extremis, capaz de dar força e resistência incomuns aos humanos.

Gwyneth Paltrow ao iG: “Pepper está mais forte e poderosa em ‘Homem de Ferro 3’ ”

Enquanto Stark faz sua própria caça aos inimigos, o governo americano responde colocando em ação o coronel James Rhodes (Don Cheadle) e sua Máquina de Combate, agora rebatizada de Patriota de Ferro. Durante grande parte do filme, porém, os dois permanecem fora das armaduras, tendo que contar com a própria inteligência e talento para combater o mal – lembrando mais o agente Jack Bauer da série “24 Horas” do que um indestrutível herói da Marvel.

Tirar Stark da armadura foi uma escolha do diretor Shane Black (assumindo o posto que até então havia sido de Jon Favreau) e do roteirista Drew Pearce para deixá-lo mais vulnerável e mortal, seguindo a tendência dos filmes inspirados em quadrinhos de focar no lado pessoal dos heróis. Foi o que o cineasta Christopher Nolan fez na elogiada retomada da franquia “Batman” e o que deve fazer como produtor de “Homem de Aço” , o novo Superman.

Marcado por tom cômico, “Homem de Ferro 3” não é tão inteligente e sombrio como o Batman de Nolan, mas a retirada da armadura e a humanização de Tony Stark ajudaram a recuperar o fôlego que faltou no segundo filme .

Outra boa ideia foi fortalecer o papel de Pepper, que deixa de ser uma mera sombra de Stark para ganhar diálogos melhores, participar das cenas de ação e até vestir a armadura do Homem de Ferro. Não por acaso, a própria Gwyneth Paltrow afirmou, em entrevista ao iG , que o terceiro longa foi o mais recompensador.

As sequências de ação, os duros combates e os efeitos visuais elaborados continuam presentes para agradar aos fãs do gênero. Em uma das cenas mais visualmente marcantes, o Homem de Ferro precisa salvar, no ar, passageiros de um aeronave após forte explosão.

É uma das várias referências ao terrorismo feitas pelo filme, que mostra ataques em locais públicos e execuções em vídeo, além de ter no personagem de Ben Kingsley um vilão caracterizado como uma espécie de Osama bin Laden . O tema é especialmente sensível nos Estados Unidos após o ataque durante a maratona de Boston , que deixou três mortos e mais de 200 feridos na semana passada.

É pouco provável, porém, que a tragédia atrapalhe o sucesso do filme – afinal, no ano passado, “Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge” fez quase US$ 450 milhões (R$ 904 milhões) nos EUA mesmo com o ataque que deixou 12 mortos em um cinema do Colorado durante a estreia.

Os resultados nas bilheterias devem ajudar a definir a realização ou não de um quarto longa, em meio aos rumores de que Downey Jr. não tem a intenção de repetir o papel e de que a renovação do contrato do ator custaria muito dinheiro à Marvel.

É verdade que “Homem de Ferro 3” termina de forma conclusiva, mas também deixa portas abertas para novos episódios. Numa Hollywood marcada pelo imenso lucro de remakes e sequências, é difícil acreditar que não veremos Tony Stark outra vez.

Kesha

Kesha Rose Sebert (Los Angeles, 1 de março de 1987), mais conhecida simplesmente como Kesha (estilizado como Ke$ha) é uma cantora, compositora e rapper1 dos Estados Unidos. Sua descoberta veio no início de 2009 depois de ter sua voz na canção “Right Round”, do rapper Flo Rida. Seu álbum de estréia, Animal e seu primeiro extended play (EP), Cannibal, foram lançados em 2010. Animal estreou na primeira posição da tabela musical Billboard 200 e dois singles da artista, “Tik Tok” e “We R Who We R”, atingiram o primeiro lugar da Billboard Hot 100. Ao mesmo tempo, ela continuou a escrever canções para outros músicos, incluindo “Till the World Ends” para a cantora Britney Spears. Seu segundo disco, Warrior, foi lançado dezembro de 2012, tendo como primeiro single “Die Young”.

Influenciada por diversos gêneros e artistas, Kesha principalmente se inspira na música dos anos de 1980 através de músicos como Madonna e Beck — estes foram citados como fundamentais para sua arte. Depois de experimentar gêneros como pop rock e música eletrônica, Kesha se identificou com o último e sua técnica com o rap se tornou sua marca registrada.
Ke$ha nasceu em Los Angeles, California,2 mas viveu em Nashville, Tennessee, até os 18 anos, quando voltou a sua cidade natal, onde reside atualmente. A cantora, é filha de Pebe Sebert, uma cantora de punk rock do anos 70, e tem 2 irmãos, o mais velho Lagan Sebert e o mais novo Louis Sebert. Pebe levou a família para Nashville , Tennessee, em 1991, depois de garantir um acordo de publicação de suas novas composições.

Ela assinou contrato com a gravadora RCA Records/Sony BMG2 3 no final de 2008.
Aos dezoito anos, Kesha assinou com Luke’s, gravadora e companhia de publicidade da música. Seis meses depois de organizar Paris Hilton em sua casa, Luke’s deu a Kesha a oportunidade de cantar vocais de fundo para o single de Hilton, “Nothing In This World”. Em 2006, assinou com a empresa Kesha David Sonenberg de gestão, DAS Communications Inc., pouco interagindo com Luke’s depois disso. DAS foi incumbida de obter um negócio, no período de um ano em troca de 20 por cento de sua renda a música, com ela tendo a opção de terminar o relacionamento se eles falharam. Ela trabalhou com vários escritores e os produtores superiores enquanto na empresa e os créditos a criação de seu som beat-dirigido a um co-escrito sessão com Greg Wells. Ela também co-escreveu um single de The Veronicas, “This Love” com Toby Gad. Ke$ha está realizando sua entrada no cenário musical há bastante tempo: teve músicas na trilha de programas como My Super Sweet 16 e The Hills, co-escreveu a canção “This Love” para as The Veronicas, fez backing vocal para Britney Spears e Paris Hilton, aparece no videoclipe da música “I Kissed a Girl” da cantora Katy Perry. Sua família, que é do estado do Tennessee, hospedou as socialites Paris Hilton e Nicole Richie na 3ª temporada do reality show The Simple Life. Também escreveu a canção “The Time of Our Lives” para Miley Cyrus e “Disgusting” para Miranda Cosgrove. O seriado americano “The Simpsons” alterou a sua abertura para uma versão com a música “Tik Tok” no episódio de 2 de maio de 2010.
Ke$ha se apesentando em 2010.

Seu álbum de estréia Animal foi lançado em 1 de Janeiro de 2010 nos Países Baixos em 30 de janeiro do mesmo ano no resto do mundo. A Rolling Stone resumiu o álbum como “repugnante, nojento e ridiculamente cativante”.5 Ao mesmo tempo o álbum estreou no número um na Billboard 200. Kesha trabalhou com uma variedade de produtores e escritores como Dr. Luke, Max Martin e outros. Kesha assinou um contrato de vários álbuns com a gravadora RCA através do Dr. Luke, depois de negociações com a Lava Records e a Atlantic Records. Tendo passado os últimos seis anos trabalhando em seu álbum de estréia, começou dando os retoques finais para o álbum com Luke e Max Martin. O álbum narra os quatro anos que passou em Los Angeles como uma batalhadora cantora e compositora. O álbum teve produção executiva por Dr. Luke, que produziu a maioria das músicas com combinações de Martin, Benny Blanco e munição. O álbum é principalmente do gênero dance-pop com batidas electro e sintetizadores, marcando uma mudança no som de Dr. Luke de seu pop rock produções de assinatura, que ele atribuiu a Kesha que estava convencido de que não haja guitarras usadas na gravação. O álbum vendeu 152 mil cópias na primeira semana nos Estados Unidos. Mundialmente seu álbum de estréia Animal vendeu mais de 2 milhões de cópias no mundo inteiro. Também em 2010 a cantora lançou sua primeira coletânea chamada Animal + Cannibal uma junção de seu álbum de estréia Animal e seu primeiro extended play (EP) Cannibal.
Seu primeiro single, “TiK ToK”, lançado em 7 de agosto de 2009, alcançou ótimos números, sendo tocado diversas vezes em várias rádios. Esteve nove semanas na primeira posição da Billboard Hot 100, e se tornou a música de maior sucesso de Kesha até momento. A canção foi produzida por Dr. Luke e Benny Blanco e co-escrito por Blanco, Dr. Luke e Kesha. “Tik Tok” foi eleita a música do ano pela revista Billboard. A canção vendeu 12,8 milhões de cópias digitais em todo o mundo, tornando-se a melhor venda de single do ano, que vendeu 5,633 milhões de downloads nos Estados Unidos. O segundo single do álbum “Blah Blah Blah” que conta com a participação da dupla 3OH!3 estreou no top dez nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia, na mesma semana que o álbum, devido ao grande número de vendas digitais.

“Your Love Is My Drug” também alcançou sucesso, fixando-se na quarta posição da Billboard Hot 100 e a primeira posição em vários países. E “Take It Off” alcançou um sucesso semelhante, alcançando o top dez de muitos países. Ke$ha também trabalhou com o grupo de eletropop 3OH!3, o cantor Taio Cruz e cantora Katy Perry durante a produção do disco.

Para dar suporte ao seu álbum de estréia Animal Ke$ha fez uma participação abrindo os shows na abertura da turnê Last Girl on Earth Tour da cantora Rihanna em 16 de Abril de 2010.
Em 19 de novembro de 2010 Ke$ha lançou seu primeiro extended play (EP) Cannibal. O EP é um relançamento do seu álbum anterior, Animal. Originalmente, seria apenas um relançamento do álbum Animal, mas foi lançado tanto como EP quanto como uma edição deluxe do álbum anterior. Kesha trabalhou com vários produtores e escritores, como o Dr. Luke como produtor executivo, Benny Blanco, Ammo, Max Martin, Bangladesh e outros. O uso em excesso de Auto-Tune é uma critica semelhantes em todos os trabalhos da cantora.

O primeiro single do álbum, é a música “We R Who We R” que foi lançada no dia 25 de Outubro de 2010, a canção junto com Tik Tok ficou em primeiro lugar na parada americana Billboard Hot 100. O álbum tem quase o mesmo estilo do Animal, com músicas electro-pop e músicas muito leves, incluindo um remix de Animal, faixa-título de seu primeiro álbum. “Blow” foi lançado como segundo single em 8 de Fevereiro de 2011 e seu videoclipe em 25 de Fevereiro de 2011. Becky Bain do site “Idolator” considerou o vídeo um “lixo magnífico”, e chamou o diálogo do vídeo entre Kesha e o ator James Van Der Beek, “a melhor cena de diálogo em um video em toda a história de videos musicais”. Bill Lamb, de About.com escreveu que “Blow” “tem alguns dos diálogos mais engraçados palavra falada na memória recente em um clipe da música”. Lamb chamou a escrita de vídeo de encantadora, “videos como este são um sinal de que Ke$ha está aqui para ficar por algum tempo. Apenas tente evitar ser encantado.” Em 8 de novembro de 2010 Kesha anunciou em seu site oficial sua primeira turnê solo, para divulgar seu EP Cannibal Get Sleazy Tour vai visitar a América do Norte e Austrália.

Em 2011 Kesha escreveu a canção “Till the World Ends” para ó sétimo álbum de estúdio da cantora Britney Spears que mais tarde foi lançado como single. Também foi lançado uma versão em remix que conta com a participação da própria Kesha e da rapper Nicki Minaj.
Kesha citou músicos de uma variedade de diferentes gêneros como influências musicais, incluindo Beck Hansen, Queen, Madonna, Aaron Neville, Beastie Boys, The Damned, The Velvet Underground, Talking Heads e Blondie.6 7 8 9 10 Ela destacou os Beastie Boys como uma grande influência, dizendo a Newsweek que ela sempre quis ser como eles e queria para fazer também “jovem, irreverente hinos”.11 Ela também chamou seu primeiro álbum, Animal uma homenagem aos Licensed to Ill álbum dos Beastie Boys e creditado a criação do rap driven “Tik Tok” para o seu amor para o Beastie Boys na música rap.7 12 Vanity Fair descobriu que havia semelhanças entre os temas das “celebrações frathouse de festa, bebida e sexo casual” no Animal e Licensed to Ill,13 enquanto MTV destacou a música “Dinosaur” como sendo tão “over-the-top” como qualquer coisa de Licensed to Ill, sugerindo que Kesha tinha enchido o “bobo da corte” o papel que os Beastie Boys já haviam desocupado.14

Ela tem escrito créditos em cada faixa do álbum e defendeu sua decisão de fazer música pop em entrevista, explicando que “as pessoas ficam tão pretensiosa sobre música pop, então eu sinto como eu estou lutando esta batalha. Meu recorde é honesto e divertido. É uma celebração da juventude e da vida e sair e ficar louco. Eu sou irreverente sobre a não-pretensioso e vai tomar no c* boa diversão!”15 16 Kesha disse que se considera uma “compositora em primeiro lugar”, tendo também escrito para Britney Spears e Miley Cyrus.17 Animal é do gênero dance-pop, que incorpora elementos do electropop em sua produção. Ele varia de alta energia pistas de dança pop, baladas eletrônicas.15

Kesha utiliza um estilo de cantar a canção-rap sobre um certo número de suas canções, ela admitiu que havia começado como uma brincadeira, principalmente em seu single de estréia “Tik Tok”. The New York Times afirmou que a música representava “a completa assimilação e indolor do rapper branco do sexo feminino na música pop.”12 O Los Angeles Times comparou o estilo vocal que a de L’Trimm e Salt-n-Pepa.18 Kesha tem sido criticado por usar o Auto-Tune e vocoders para distorcer sua voz em seu álbum Animal.19 Billboard disse que os vocais processados ​​pesadamente “[feito] é difícil dizer se [Kesha pode] realmente cantar.”20

As letra de Kesha são simples e baseada em suas experiências de vida e influenciado pelo estilo de contar histórias da música country.21 Ela pediu que os críticos não levassem suas letras a sério, como em “Tik Tok”, onde ela tem sido criticada por referências de escovar os dentes com uma garrafa de uísque Jack Daniel’s. Ela explicou que:
Cquote1.svg Todo mundo está muito ofendido com isso. Mas vamos lá, escovar os dentes com Jack Daniel’s: que garota faz isso?, As pessoas é tipo: ‘Você realmente defende escovar os dentes com bourbon?’ Eu sou tipo, ‘Sim, na verdade, eu faço, todos os dias, para todos. Especialmente oito anos de idade.’ Quer dizer, o que você está falando? Claro que não. Venha.”22 Cquote2.svg

Kesha também expressou frustração com o duplo padrão para a objetivação das mulheres na música. Assim, em canções como “Blah Blah Blah” e “Boots and Boys”, ela faz questão de cantar os homens mesma forma, assim como os homens cantam sobre as mulheres.
A lista de prêmios e indicações de Ke$ha consiste em 10 prêmios ganhos e 65 indicações recebidas. Seu álbum de estréia Animal foi lançado em Janeiro de 2010 pela RCA Records. Animal recebeu três indicações de melhor álbum pop. Seu primeiro single “Tik Tok” venceu a categoria de melhor single do ano pela Soul & Jazz Awards. A canção também foi eleita a música do ano pela revista Billboard. Seu terceiro single “Your Love Is My Drug” recebeu duas indicações a de melhor single pop e de melhor videoclipe. O seu primeiro Extended play (EP) Cannibal venceu a categoria de melhor álbum do ano e O primeiro single do EP “We R Who We R” foi indicado a melhor música pop de 2011. Seu segundo single “Blow” teve um dos dialógos mais bem elaborados da história de todos os videoclipes musicais. A cantora venceu a categoria de artista revelação de 2010 pela Eska Awards, Europe Music Awards e VirtuaMagazine Awards. Venceu a de cantora internacional favorita de 2010 pelo Australian Kids’ Choice Awards. A cantora também venceu a de melhor artista pop, idolo teen do ano e artista do ano pela Soul & Jazz Awards.
A Get Sleazy Tour é a primeira digressão solo da cantora Ke$ha. Foi anunciada oficialmente no dia 8 de Novembro de 2010 no site oficial da artista, em suporte do seu primeiro extended play (EP) Cannibal. A tour arrecadou no total 21 milhões de dólares. teve inicio em 15 de Fevereiro de 2011 na cidade de Portland no estado de Oregon nos Estados Unidos e terá seu término em 29 de Setembro de 2011 na cidade do Rio de Janeiro durante o Rock In Rio. A cantora se apresentou no Brasil, em 28 de setembro em São Paulo, e no dia seguinte no Rio de Janeiro, como parte das atrações do Rock in Rio de 2011.

Para dar suporte ao seu álbum de estréia Animal lançado em 1 de Janeiro de 2010 nos Países Baixos e em 30 de janeiro do mesmo ano mundialmente a cantora participou abrindo os shows na abertura da turnê Last Girl on Earth Tour da cantora Rihanna.

quando tem um demonio na sua vida!!!

todo mundo tem um primo chato,um tio ou uma tia que além de perturba sua vida,te faz passar vergonha na frente de seus amigos ou familiares (ou ambos).

tambem tem aquele supervisor mala do trabalho,que trata todos os funcionarios com inginorancia e insingnificancia,pelo simples fato de nao ser o ”Gerente”

certamente voce tem desses demonios na sua vida! (espero que nao)

mais o que fazer pra se livrar e lidar com este encosto que pertuba sua vida?!?!

os problemas familiares voce pode chegar na lata e desabafar,naqueles almoços de domingo a tarde ou fazer o anti-sociale sempre evitar todo e qualquer tipo de comemoraçao familiar ate memso daquela sua tia avó de 95 anos que mora distante que voce nao conhece….

ja no campo profissional a descrisão é a palavra chave,no lugar onde a falsidade  rola a loka,se seu supervisor for um demonio mor,o melhor que vove tem que fazer é evitar ser o foco ser menos notado ou falar poucas e boas,lava a alma e dizer tudo que pensa e atenção prepare-se pros proximos capitulos……..

Megan Fox

Meg Denise Fox (Oak Ridge, 16 de maio de 1986) é uma atriz e modelo ela esta atualmente casada com o medico Leonardo Leite. Depois de uma bem sucedida carreira como modelo, em 2001, Fox lançou sua carreira de atriz atuando em um papel de apoio como “Brianna Wallace” em Férias ao Sol, estrelando com Mary Kate e Ashley Olsen. Logo depois ela estrelou em várias séries de TV, incluindo What I Like About You, Two and a Half Men, The Help e Ocean Ave.. Ela também desempenhou um papel recorrente como “Sydney Shanowski” em Hope & Faith.

Em 2004, Fox estrelou ao lado de Lindsay Lohan no filme Confissões de uma Adolescente em Crise. Seus outros filmes incluem A Herdeira da Máfia, Um Louco Apaixonado e Whore. Fox ficou conhecida internacionalmente após interpretar Mikaela Banes, interesse amoroso do personagem de Shia LaBeouf no filme blockbuster Transformers de 2007, um papel para o qual foi indicada e ganhou vários Teen Choice Awards. Ela apareceu na sequência, Transformers: A Vingança dos Derrotados. Seus filmes incluem Jennifer’s Body, Jonah Hex e The Crossing1 2 3 4 5 .

Índice

[esconder]

[editar] Biografia

Megan Fox é descendente de franceses, irlandeses e índios.6 Seus pais se divorciaram quando ainda era criança, ela e sua irmã foram criadas por sua mãe e seu padrasto, Tony Tonachio. Cresceu em Rockwood, Tennessee. Ela iniciou sua formação no teatro e na dança aos cinco anos, em Kingston, Tennessee. Ela frequentou uma classe de dança no centro comunitário e participou do coral da escola Kingston Elementary School e fez parte da equipe de natação Kingston Clippers. Aos dez anos de idade, depois de se mudar para São Petersburgo, Flórida, Fox deu continuidade a seus estudos.

Fox namorou o ator Brian Austin Green da série Beverly Hills, 90210 e Terminator: The Sarah Connor Chronicles, depois de se conhecerem no set da série Hope & Faith. Foi relatado que o casal tinha terminado a sua relação, em julho de 2008 e em fevereiro de 2009, no entanto, Fox e Brian confirmaram em ambas as ocasiões que os dois ainda estavam namorando. Em 15 de junho de 2009, na premiere de estreia de Transformers: A Vingança dos Derrotados no Reino Unido, Fox declarou que estava solteira. No entanto, ela foi vista mais tarde com Brian e os meios de comunicação relatam que os dois estão namorando novamente. Eles se casaram no dia 24 de junho de 2010 no Havaí. Eles teriam oficializado a união em uma cerimônia íntima, no hotel our Seasons Resort, e longe da imprensa.No dia 17 de outubro de 2012 a atriz Megan Fox anunciou em sua pagina na internet que deu a luz a seu primeiro filho, Noah Shannon Green,no dia 27 de setembro de 2012.

 

Megan em 2007.

Fox é muito amiga de Jennifer Blanc e Kellan Rhude e de Amanda Seyfried e Michael Biehn que co-estrelam com ela em Jennifer’s Body e da estrela de Transformers, Shia LaBeouf. Fox é fã de gibis, anime e jogos de vídeo game. Ela disse que seu interesse na arte começou quando tinha doze anos de idade, quando ela assistiu Adult Swim na Cartoon Network. Seu artista favorito é Michael Turner, e o trabalho dele que mais admira é o gibi Fathom, que ela descreve como “uma das suas obsessões de longa data”. Fox tem dois cães, incluindo um Pomeranian chamado, Sid Vicious, uma homenagem ao ícone punk.

Fox afirmou abertamente que usou drogas. Ela disse ainda que “a cocaína está de volta como uma vingança… Celebridades não estão tentando escondê-lo, exceto quando as pessoas têm câmera nos celulares” e comenta que “eu sei de cinco pessoas que não estão hoje consumindo drogas, e eu sou uma delas”. Fox também afirmou abertamente que ela apoia a legalização da maconha, dizendo “eu nem sequer penso nela como uma droga – deveria ser legalizada”, e continua “quando o fizerem, eu vou ser a primeira pessoa a comprar um pacote”, e “eu não posso te dizer quanta besteira falam porque eu disse abertamente que fumei maconha. As pessoas olham como se fosse loucura. E não é.”.

Em uma entrevista à revista GQ, Fox afirmou que quando tinha dezoito anos de idade, se apaixonou e procurou estabelecer uma relação com uma stripper. Fox utilizou a experiência para ilustrar a sua convicção de que, “todos os seres humanos são nascidos com a capacidade de serem atraídos por ambos os sexos”. Em maio, 2009 Fox confirmou a sua bissexualidade.

Em 15 de junho de 2009, na premiere de estreia de Transformers: A Vingança dos Derrotados no Reino Unido, Fox disse sentir atração por Cheryl Cole, e por suas tatuagens. Fox declarou em junho de 2009 que ela está interessada no cantor pop coreano Rain. Fox disse, quando estava no The Kyle and Jackie O Show que “há este coreano Justin Timberlake chamado Rain. E eu estou realmente nessa situação, agora, estou tentando consertar isso”. Em uma entrevista à revista GQ Fox mostrou interesse em Olivia Wilde, dizendo, “eu poderia me ver em um relacionamento com uma garota – Olivia Wilde, ela é tão sexy que ela me faz querer estrangular uma montanha de bois com minhas próprias mãos. Ela é incrível”.

[editar] Carreira

Megan Fox no Hollywood Life Magazine’s 7th Annual Breakthrough Awards.

Aos 16 anos, Fox debutou no cinema em 2001 com o filme Férias ao Sol como uma rival de “Alex Stewart” (Ashley Olsen). O filme foi lançado direto em DVD em 20 de novembro de 2001. Em 2002, Fox conseguiu o papel principal na série Ocean Ave como Ione Starr. A série durou duas temporadas, de 20022003 e Fox apareceu em 122 episódios, com uma hora de duração. Fox também atuou em Bad Boys II, de 2003 no qual não foi creditada7 .

Também em 2002, ela estrelou em What I Like About You, aparecendo no episódio “Like a Virgin (Kinda)”. Em 2004, Fox estrelou em Two and a Half Men no episódio “Carmel Filters and Pheromones”. Também em 2004, Fox fez a sua estreia no cinema com o filme Confissões de uma Adolescente em Crise co-estrelando ao de Lindsay Lohan. No filme Fox desempenha um papel de “Carla Santini”, uma rival de “Lola” (Lindsay Lohan). Ainda em 2004, Fox foi lançado como um papel recorrente na série da ABC, Hope & Faith, em que ela retratou “Sydney Shanowski”, substituindo Nicole Paggi que faria o papel. Em 2006, a série foi cancelada devido a pouca audiência. Fox apareceu em 36 episódios da segunda e terceira temporadas.

A fama internacional veio em 2007, com o filme Transformers, baseado nos brinquedos e desenhos animados da saga de mesmo nome. Fox interpretou a sexy Mikaela Banes, a grande paixão de Sam Witwicky (Shia LaBeouf). Fox foi indicada para um MTV Movie Award na categoria de Melhor Revelação, e também foi indicada para três Teen Choice Awards, na categoria Escolha da Atriz de Cinema, Escolha de Filme: Estreia Feminina e Escolha de Filme: Liplock. Fox assinou contrato para mais duas sequências de Transformers.

Em junho de 2007, Fox foi lançado em um papel menor em Um Louco Apaixonado, estrelando junto com Jeff Bridges, Simon Pegg e Kirsten Dunst. Ela retratou “Sophie Maes”, interesse amoroso de “Sidney Young” (Simon Pegg). O filme estreou em 3 de outubro de 2008. O filme foi um fracasso de bilheteria, fazendo apenas US$ 17 milhões a nível mundial contra os US$ 28 milhões de orçamento. Em 2008, juntamente com Rumer Willis, Fox apareceu como a personagem “Lost” no filme Whore. O filme gira em torno de um grupo de jovens adolescentes que vêm para Hollywood na esperança de conquistar uma carreira, no entanto descobrem que o negócio é mais difícil do que tinham imaginado. O filme foi lançado 20 de outubro de 2008.

Fox terá seu primeiro papel em um filme, atuando como a personagem-título em Jennifer’s Body, escrito pela ganhadora do Oscar de Melhor Roteiro Original, Diablo Cody. Ela irá desempenhar “Jennifer Check”, uma cheerleader amaldiçoada por uma possessão demoníaca. O filme foi lançado em 18 de setembro de 2009. Além de Fox, o filme conta também com Amanda Seyfried ,Adam Brodye Kylle Gallner .

Fox reprisou seu papel como Mikaela Banes na sequência de Transformers, Transformers: A Vingança dos Derrotados. Houve uma controvérsia em torno da aparência de Fox enquanto filmava o filme quando o diretor Michael Bay, ordenou a atriz que engordasse cerca de quatro quilos. Transformers: A Vingança dos Derrotados estreou em 8 de junho de 2009 em Tóquio, Japão. O filme foi lançado mundialmente em 24 de junho de 20098 .

Fox na premiére de Jennifer’s Body em setembro de 2009.

Em abril de 2009 Fox começou a filmar Jonah Hex, no qual retratou “Leila”. Os atores Josh Brolin, Will Arnett, e Fox descreveram seus papéis no filme como sendo uma imitação. No início de abril de 2009 Fox assinou contrato para estrelar o filme The Crossing. O filme ainda está em pré-produção e deve ser lançado em 2011. O enredo central gira em torno de um jovem casal que cai tráfico de drogas durante suas férias no México. Em março de 2009, a Variety informou que Fox está definida para estrelar como o papel principal como Aspen Matthews na adaptação cinematográfica do gibi Fathom e que ela também irá co-produzir com Brian Austin Green. Fathom está atualmente em pré-produção.

Fox em 2011.

Megan também apareceu em cinco páginas, em novembro de 2005 na popular revista FHM e foi considerada a 68ª entre as “100 Mulheres Mais Sexy’s” de 2006. Também posou em março de 2007 na mesma revista. Foi eleita a mulher mais sexy do mundo em 2008 pela revista FHM. Muitos a descrevem como a nova Angelina Jolie por suas várias semelhanças com a atriz.

Foi novamente eleita a mulher mais sexy do mundo pela FHM de 2009. No mesmo ano, Fox foi escalada para atuar em Zumbilândia como a personagem Wichita, mas não aceitou o papel.

Em 2010, participou do clipe Love the Way You Lie de Eminem com Rihanna, atuando com Dominic Monaghan. Em 2010 também foi escalada para atuar em Sangue e Honra, entretanto foi substituida.

 

 

 

 

 

 

[editar] Filmografia

Filmes
Ano Título Papel Notas
2012 Frango Robô: Especial da DC Comics Lois Lane (Voz)  
This Is 40 Desi  
O Ditador Ela mesma  
2011 Solteiros Com Filhos Mary Jane  
2010 Passion Play Um anjo  
Jonah Hex Lilah  
Na Nai’a: Legend Of Dolphins Golfinhos-rotadores Havaianos Voz
2009 Garota Infernal Jennifer Check  
Transformers: A Vingança dos Derrotados Mikaela Banes  
2008 Whore Lost  
Um Louco Apaixonado Sophie Maes  
2007 Transformers Mikaela Banes  
2004 A Herdeira da Máfia Candace Para TV
Confissões de uma Adolescente em Crise Carla Santini  
2003 Bad Boys II   Não creditada
2001 Férias ao Sol Brianna Creditada como Megan Denise Fox
Televisão
Ano Título Papel Notas
2012 Wedding Band Alex Jordan Episodio: “I Love College”
2011 Frango Robô Ela Mesma/ Lois Lane Voz, Episodio: “O Núcleo, O Ladrão, Sua Esposa e a Amante Dela”
2004 / 2006 Hope & Faith Sydney Shanowski 37 episódios
2004 The Help Cassandra Ridgeway 3 episódios
Two and a Half Men Prudence 1 episódio, Episódio 12 da 1° temporada
2003 What I Like About You Shannon 1 episódio
2002 / 2003 Ocean Ave. Ione Starr 122 episódios

[editar] Teatro

Título Personagem Notas
Cinderella Cinderella Personagem de teatro da escola
Zoo Animal Lion Leão do Zoológico: Matéria de artes no teatro da escola
24 hours plays uninformed Peça da Broadway
Lólio’s atractive ela mesma filme com um fã

[editar] Prêmios e indicações

Prêmios
Ano Resultado Premiação Categoria Título
2009 Venceu Spike Video Game Awards Melhor Performance Feminina Transformers: A Vingança dos Derrotados
Venceu Scream Awards Melhor Atriz de Ficção-Científica Transformers: A Vingança dos Derrotados
Venceu Teen Choice Awards Atriz do Verão / Mais “Hot” do Ano Transformers: A Vingança dos Derrotados
2008 Indicado MTV Movie Awards Melhor Revelação Transformers
Venceu MTV Movie Awards Melhor Filme Transformers
2007 Indicado National Movie Awards Melhor Performance Feminina Transformers
Indicado Teen Choice Awards Escolha de Atriz de Cinema: Ação / Aventura Transformers
Indicado Teen Choice Awards Escolha de Filme: Estreia Feminina Transformers
Venceu Spike TV’s “Scream 2007″ Awards Sci-Fi Siren Transformers
Indicado Teen Choice Awards Escolha de Filme: Liplock Transformers
2005 Indicado Young Artist Awards Melhor Performance em Série de TV (Comédia ou Drama) – Atriz Jovem Coadjuvan Hope & Faith

The Killers

Ano de formação:

1º formação em 2001 com Brandon Flowers no vocal e teclado, Tavian Alvarez na guitarra,Dell Stir no baixo, e Matt Noezoss na bateria.
A 2º formação é de 2002, com Brandon Flowers, Dave Keuning, Ronnie Vannucci e Mark Stoermer.

Origem:
Las Vegas, Nevada – EUA

1ª gravadora
Lizard King Records, uma gravadora independente do Reino Unido

Gravadora atual:
Universal / Island Records
– Brandon conheceu Dave através de um anúncio nos classificados dos jornais Las Vegas CityLife e Las Vegas Weekly.
”Ele foi o único a responder o meu anúncio que não era um completo maluco”,lembra-se Dave, sobre seu primeiro encontro com Brandon.”Ele apareceu com seu teclado e logo começamos a vasculhar algumas idéias. Eu tinha o verso de “Mr Brightside” e ele veio e escreveu o refrão. Essa foi a primeira música que escrevemos juntos e a única que tocamos em todos os shows desde o primeiro”. Dave sobre quando conheceu Brandon.
– O primeiro cd demo da banda tinha 3 músicas, entre elas seu maior sucesso, Mr. Brightside.
– O nome da banda foi tirado do clipe “Crystal”, do New Order. The Killers era o nome da banda fictícia do clipe.
“Isso me deu a ambição de que nós seríamos tão perfeitos quanto a banda fictícia do clipe” Brandon falando sobre a banda do clipe do New Order
– O cd demo foi o primeiro demo a receber uma crítica no CityLife, feita pelo jornalista Mike Prevatt.
– Já na segunda formação, a banda ensaiava na casa de Ronnie. Quando os ensaios não podiam ser lá, eles utilizavam o estúdio de aula da UNLV, onde Ronnie ensinava bateria às vezes, entrando escondido no meio da noite.
– A primeira apresentação deles foi no clube Tremorz,que ficava numa rua perto na Universidade de Las Vegas.
– O show foi horrível desde o início. O clube não tinha nenhum sistema de som, Brandon usava um efeito em sua voz na intenção de ficar parecendo com Julian Casablancas, mas isso deixou sua voz horrível. Ele desafinou muitas vezes e não tinha nenhum jeito no palco. Apesar de tudo, o som do The Killers chamou a atenção de quem estava no bar aquela noite.
– O Cafe Roma, em Las Vegas, se tornou um ponto importante para a banda. Lá eles tocavam e ganhavam sanduíches e café de graça. O café citado em “Indie Rock and Roll” definitivamente é o Roma.
– O sucesso estrondoso da banda na Inglaterra pode ser creditado a revista NME. Eles foram citados várias vezes, sem contar as inúmeras vezes que estamparam a capa da revista semanal britânica.
– A banda foi “apadrinhada” por Bono Vox, do U2 e Elton John.
– O The Killers apareceu de vez para o mundo com sua participação no seriado americano “The OC”. Apesar de Ronnie não ter sido a favor no início, eles se apresentaram no The Bait Shop no episódio 2.04, e também tiveram “Smile like you mean it” na trilha sonora Mix 2 da série. A mesma música entrou no The OC mix 6, que é um cd especial só de covers, cantada pelo Tally Hall.
– Eles são conhecidos como os favoritos dos festivais, e foram atração principal de vários, como o Glastonbury, V Festival, Reading and Leeds Festival, Coachella, Lollapalooza, entre outros.
– A apresentação deles no mega evento Live 8 foi pequena, porém crucial. Tocaram apenas 1 música, “All these things that I´ve Done”, em Londres, e marcaram presença. O mega star britânico Robbie Williams, que tocou mais tarde em Londres, incluiu o coro “I got soul but I’m not a soldier” em uma de suas músicas, surpreendendo a banda e marcando ainda mais a presença deles entre os britânicos.
– Em dezembro de 2004 eles foram indicados a 3 grammys.Melhor música de rock, Melhor performance de rock e Melhor álbum de rock.
– Em 2007 foram indicados para Melhor Videoclipe e Melhor música de rock.
– Varios artistas e bandas já fizeram covers do The Killers, como Coldplay, McFly, Seal, Fran Healy.
– Já participaram do sucesso da tv americana Saturday Night Live 3 vezes.
– Se apresentaram ao vivo no VMA’s em 2005 e 2006, e no EMA em 2006 e 2008.
– O segundo cd, Sam’s Town, teve seu nome inspirado em um cassino antigo de Las Vegas, fundado por Sam Boyd em 1975. mais sobre o cassino http://www.samstown.com
– Bones é a música mais “antiga” do Sam´s Town. Ela foi escrita na época do Hot Fuss, com o nome de “It’s only natural”.
– O nome original de “Read my mind” era “Little Angela” e de “Bling (confessions of a king)” era “Higher and higher”.
– Muitas das músicas da banda contam histórias reais da vida e da família dos membros.
“Uncle Johnny” é realmente sobre um tio de Brandon, “Bling (Confessions of a King)” é uma homenagem a seu pai, “A Dustland Fairytale” é uma homenagem ao casamento de seus pais, e “My List” foi escrita para sua esposa, Tana.
“I can’t stay” fala da saudade de casa, e dizem que “There is a majesty at my doorstep/There is a little boy in her arms” seriam Tana e Ammon.
Um dos irmãos de Brandon nasceu no dia da Independência Americano, 4 de julho, como citado em “Sam’s Town”, e “Goodnight, Travel Well” discute questões da morte, e seria uma homenagem à mãe de Dave, já falecida.
– O Hot Fuss tem 4 edições especiais.
– O ex-baterista da banda, Matt Noezoss, processou Dave e Brandon, dizendo que Mr. Brightside teria sido composição dele também. O cara perdeu o processo.